Hoje, além de saber o que é kombucha , você também vai aprender a prepará-la em casa. Vem com a gente!

kombucha para que serve

Uma das vantagens da kombucha é fornecer energia ao organismo, pois propicia a formação de ferro liberado pelo chá preto usado na mistura. O ferro, por sua vez, reforça a hemoglobina

Kombucha onde comprar

A kombucha pode ser encontrada em alguns estabelecimentos específicos para a venda de produtos naturais ou que tenham alimentos voltados para dietas.

Cha de kombucha

Rico em probióticos (as chamadas bactérias do bem) é uma bebida milenar, pelo bem que proporciona à nossa saúde já foi nomeado como o “elixir da vida”

Beneficios do cha de kombucha

Rica em probióticos, a kombucha tem muitos benefícios, fortalece o sistema imunológico, aumenta o metabolismo, alivia dores e inflamações, ajuda a emagrecer...

O que é kombucha?

Ainda que pareça uma novidade, a kombucha é uma bebida milenar . De origem chinesa, a kombucha é obtida a partir da fermentação de um chá ou infusão e, graças a esse processo de fermentação, acaba oferecendo propriedades probióticas, além das vitaminas. A bebida, que se popularizou por ser muito saborosa e refrescante, também contém enzimas que auxiliam na digestão. Veja a seguir como preparar a kombucha em casa da forma correta para garantir todos os benefícios da bebida.

Kombucha: como fazer?

Ingredientes

  • Para preparar a kombucha, você vai precisar do seguinte:
  • Uma colônia de kombucha junto com 100 ml do líquido que fica junto com a kombucha (chamado de starter);
  • Um pote com capacidade de um litro para a fermentação, de preferência, que seja de vidro;
  • Uma garrafa pet de um litro para o envase;
  • Um litro de chá adoçado. Pode ser chá mate, verde, preto e adoçado com a quantidade de açúcar que você usaria caso fosse beber o chá normalmente;
  • Frutas e especiarias a seu gosto para saborizar a kombucha.

Modo de preparo

  1. O primeiro passo é misturar o chá adoçado e em temperatura ambiente com a colônia de kombcha e o starter;
  2. Coloque no pote de vidro e cubra com um pano, usando um elástico para prender. Não use uma tampa, porque é essencial que o oxigênio tenha uma forma de entrar no recipiente;
  3. Deixe em um local onde não pegue luz solar diretamente; 
  4. A cada dois dias, vá experimentando o chá para perceber a mudança gradativa de sabor que vai acontecendo. O ponto certo é quando a bebida não está tão doce como no primeiro dia, mas não tão acética. Isso demora de 5 a 15 dias para acontecer, dependendo muito do local onde você vai deixar o recipiente;
  5. Depois dessa primeira fermentação, retire cerca de 90% da bebida, coloque em uma garrafa pet, e utilize especiarias para saborizar. Algumas boas opções são cravo, canela, grãos de café, pedaços de fruta. Se desejar, você pode colocar o suco de uma fruta de sua preferência, mas nesse caso, que seja no máximo 100 ml;
  6. Feche a garrafa e deixe fora da geladeira, esperando que ela adquira pressão naturalmente. Depois que tiver pego essa pressão, pode colocar na geladeira. Beba a bebida sempre gelada e em até dez dias, porque depois desse tempo, o sabor pode ser alterado negativamente;
  7. Com o scoby e o líquido que sobraram no primeiro recipiente, você pode recomeçar todo o processo, adicionando mais chá.

O que é scoby?

Scoby é a sigla para Comunidade Simbiótica de Bactérias e Leveduras, em inglês. Essa é a base para o preparo da bebida, pois trata-se da da mãe da kombucha . São mais de 30 tipos de bactérias e leveduras diferentes, que convivem simbioticamente, ou seja, em perfeita harmonia, de modo que um agente depende do outro para sobreviver.

Quando estão no processo de fermentação, essas bactérias e leveduras se nutrem a partir do substrato, ou seja, do açúcar e do chá (é por isso que é importante que o chá seja adoçado). Em troca, elas fornecem substâncias benéficas para o ser humano, como as enzimas, vitaminas (B e K), ácido acético e ácido lático.

É o Scoby que tem origem chinesa e já existe há 5 mil anos .

Embora não precise ser refrigerada, a mãe da kombucha precisa ser mantida em meio líquido . Se a colônia for fechada com tampa, impedindo a entrada de oxigênio, as bactérias e leveduras morrem, parando de produzir os nutrientes.

O açúcar também precisa ser escolhido: branco refinado, cristal ou açúcar demerara. Outras opções têm uma metabolização mais difícil, por isso, é melhor serem deixadas de lado. Já o chá pode ser o branco, preto, verde, mate ou de hibisco.

Não deixe a colônia em um recipiente aberto e, se chegar a mofar, jogue fora e recomece o processo. Não jogue líquidos em temperatura muito alta na kombucha.

Certamente isso também lhe interessará:

 

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário